Perguntas Frequentes

O sistema Duo-Therm é eléctrico ?

O sistema Duo-Therm é eléctrico: - o calor é produzido por uma placa de vidro portadora de uma resistência eléctrica cauterizada (tal como nos desembaceadores dos automóveis) e transmitido para a pedra e para a parede, em que a laje-radiador está instalada. Esta, por sua vez, está ligada ao termóstato que regula a temperatura pretendida na sala.

O Sistema Duo-Therm pode funcionar com energia solar?

O sistema Duo-Therm pode funcionar com energia solar, visto que esta é convertida em electricidade, que vai alimentar a laje-radiador. Todos os Sistemas de Aquecimento comercializados pela Duo-Thermo podem fazer aproveitamento das energias alternativas: eólica, hidráulica, solar,etc, visto que qualquer destas energias é convertida em electricidade e estes sistemas são eléctricos, de baixa potência, com capacidade acumuladora, permitindo usufruir do baixo preço da energia nocturna, através do contador bi-horário. Acumula, deste modo, mais calor durante a noite para irradiar durante o dia! O DT está preparado para trabalhar com as seguintes tensões: 110V, 220V e 230V.

O consumo é muito elevado?

O sistema Duo-Therm é muitissimo económico devido à sua máxima eficiência energética: 1- Faz o aproveitamento da capacidade acumuladora da pedra, de tal modo que esta, depois de atingida a temperatura ambiente pretendida, deixa de consumir energia, ficando a irradiar durante horas o calor que acumulou. Só volta novamente a ligar durante alguns minutos quando a temperatura da sala baixa e se torna inferior à que se seleccionou no termóstato. Assim, se tiver o aquecimento ligado durante as 24 horas, apenas consumirá energia durante cerca de 6 a 7 horas, mantendo, contudo, a sua sala todo o tempo igualmente aquecida. Além disso, a pedra irradia não só o calor para a sala, mas também para a parede que igualmente vai acumulando o calor, vindo a funcionar como um segundo acumulador de calor, acabando por transmitir calor para o verso da parede – estabelece-se assim uma permuta térmica entre salas contíguas, o que vai reduzindo o consumo progressivamente. 2- Aconselha-se a instalação do contador bi-horário que nos permite combater as baixas temperaturas nocturnas com uma tarifa energética mais baixa e acumular o máximo de calor durante a noite para irradiar durante o dia, o que irá reduzir de sobremaneira os valores da factura no final do mês. 3 - Como o princípio do aquecimento Duo-Therm é radiante e não conveccional, sente-se o mesmo conforto térmico com uma temperatura mais baixa ( menos cerca de 2º a 3º) do que nos outros sistemas em que o calor é conveccional: o calor aquece directamente a envolvente e não é transmitido através do movimento do ar, evitando assim que se forme junto ao tecto uma camada de ar com cerca de 2º a 3º mais do que à altura em que nos encontramos, facto que se verifica com todos os sistemas de aquecimento tradicionais.

É possível com um único radiador testar o consumo ?

- Duo-Therm é um sistema e não um aquecedor avulso, cujo efeito só surte na realidade instalando o sistema e isto porque a laje-radiador colocada na parede vai aquecendo igualmente o verso da parede em que está instalada, proporcionando assim automaticamente o aumento da temperatura da sala contígua. Os gastos de consumo do sistema Duo-Therm vão sendo progressivamente mais baixos, na medida em que o tempo de aquecimento aumenta e as paredes vão acumulando cada vez mais o calor irradiado pelas diferentes pedras, mesmo instaladas em divisões contíguas, tornando-se mais curtos e menos frequentes os períodos de consumo de energia para manter a temperatura constante. Daqui pode concluir-se que os resultados obtidos, relativos ao consumo, através do teste duma única pedra, são enganosos ( fictícios ).

Quanto tempo demora a aquecer uma sala ?

O tempo necessário para aquecer uma sala depende de vários factores, a saber: 1º- A temperatura ambiente incipiente 2º- Superfície da área a aquecer 3º- Grau de aquecimento pretendido 4º- Isolamento da sala 5º- Número de portas e janelas... Pressupondo uma sala bem arejada - com área de 15 m2, - duas janelas de vidro duplo e uma porta -paredes devidamente isoladas -em Dezembro, com uma temperatura exterior de cerca de 7º - temperatura incipiente da sala - 14º -temperatura ambiente pretendida - 20º Nestas condições, o tempo de aquecimento da sala até atingir os 20º pretendidos, apenas com uma laje-radiador de 650 W, será de cerca de duas horas.

Precisa de manutenção ?

O Sistema Duo-Therm é instalado e imediatamente fica funcional, não precisando de qualquer revisão ou manutenção após um período de aquecimento, isto é, está sempre pronto a funcionar.

Quantas Lajes-radiadores preciso para a minha casa ?

Há sempre aconselhamento técnico específico, a fim da distribuição e local de instalação serem correctos. Um cálculo estimativo de custos, no entanto, deve basear-se no princípio de que uma única laje-radiador de 650 W chega para aquecer uma divisão com uma área entre 13 m2 e 16 m2; para uma sala, cuja área não ultrapasse os 10 m2, chega uma laje com 375 W. Deve considerar-se, contudo, a região do país, o que é muito importante na correspondência potência / área de aquecimento.

Onde devo instalar o Sistema Duo-Therm para aquecer com o máximo de eficiência?

O Sistema Duo-Therm deve ser instalado em paredes de interior, devido ao facto da pedra irradiar calor para a parede em que é colocada . A parede vai acumulando o calor e funciona, tal como a pedra, como um acumulador de calor. A sala contígua àquela em que está instalada a laje-radiador vai beneficiar do calor transmitido pelo verso da parede. Para salas onde seja impossível a instalação em paredes de interior, aconselhamos o Moving Heather, ou a aplicação de um isolamento (por exemplo, Space Reflex) entre a laje-radiador e a parede exterior, a fim de evitar perda de energia.

A instalação é muito complicada ? - Quanto tempo demora a fazer a instalação ?

A instalação é muito simples e rápida: - entre meia hora e uma hora para cada laje-radiador. Assim, numa habitação com três quartos, sala, cozinha e casa-de-banho (T4), o tempo de instalação do sistema completo será cerca de 4 a 5 horas. - O sistema consta de uma laje-radiador e de um termóstato, regulador da temperatura ambiente. A laje é fixada através de quatro suportes instalados da seguinte maneira: - abrir quatro furos - colocar as buchas - aparafusar os ganchos de suporte - finalmente fixar as lajes-radiadores. O termóstato é instalado lateralmente a uma distância mínima de 30 a 40 cm da laje-radiador e nunca directamente por cima desta. O aquecedor Duo-Therm é fornecido com um cabo resistente a elevadas temperaturas, de aprox. 75 cm, sem ficha eléctrica. A ligação à rede deverá ser executada por um electricista, respeitando as normas de segurança, sobretudo as da VDE 100. Não necessita de ligação à terra.

Pode instalar-se a laje-radiador numa casa-de-banho?

A laje-radiador é ideal para instalar numa casa-de-banho devido ao triplo efeito que se obtém: seca a humidade das paredes, mantém as toalhas quentes e secas e irradia um certo calor para o chão tornando-o agradável, além de criar um ambiente extremamente confortável para quem sai de um banho ou duche quente. Relativamente à segurança, tanto o termóstato como a laje-radiador cumprem as normas que permitem a sua instalação em ambientes húmidos, tais como casas-de-banho, piscinas, balneáreos, etc.

Pode instalar-se o sistema Duo-Therm numa casa antiga ?

Duo-Therm é o sistema ideal para casas antigas, visto que para a sua instalação, só se precisa duma tomada para obtenção de energia ( para mais informação veja, p.f., o tema "instalação" ), não sendo necessário abrir paredes ou fazer obras.

Quando devo aplicar o piso-radiante ou quando devo optar pela laje-radiador ?

No piso radiante o calor irradiado está distribuído; a potência é apenas de 80 /120 W por metro quadrado e a temperatura atingida pelo pavimento não pode ultrapassar os 25º C. Na laje-radiador o calor está acumulado numa laje, a partir da qual se dá a irradiação do calor e a potência é de 650 W ou 900 W. Consequentemente, não se pode obter um aquecimento efectivo com o piso radiante em divisões cuja área a ser aquecida seja muito mais elevada do que a superfície livre em que se pode instalar o piso radiante. Tal é, muitas vezes, o caso das casas-de-banho que, devido às instalações sanitárias e a armários, na maior parte das vezes ficam apenas com uma área livre para aplicação do piso radiante compreendida entre os 2 m2 e os 3 m2, embora a sua área total seja de 8 m2 a 10 m2. Nestes casos ou se aconselha o pavimento radiante e a instalação complementar de uma laje de 375W ou simplesmente a laje-radiador. O pavimento radiante é ideal em salas de maiores dimensões, em que se pretenda uma distribuição equitativa da temperatura ou não se queira o efeito de quadro mural, obtido com a aplicação da laje-radiador, ou ainda em divisões cujas paredes de interior não estejam livres de maneira a permitirem a instalação de lajes-radiadores.

O piso-radiante não será prejudicial à saúde, podendo provocar tromboses ou varizes ?

Pelo contrário, o pavimento radiante é saudável, na medida em que permite permanecer com os pés quentes, irradiando uma temperatura ideal, amena, que não pode ultrapassar os 25º, o que é conseguido através de sensores térmicos do pavimento, ligados aos termóstatos, reguladores da temperatura-ambiente ( Tipo OTD) e que são imprescindíveis.

Em caso de avaria do piso-radiante, tem de se levantar todo o pavimento para proceder à sua reparação?

O cabo de aquecimento Etherma nunca teve avarias em 30 anos de instalação, pois a probabilidade de avaria deste cabo, sendo instalado consoante os devidos requisitos, é mínima, mas imaginando uma eventual avaria, é fácil de detectar o ponto onde houve interrupção da corrente. Este será o ponto da avaria. Abre-se o chão nesta área (cerca de 30 cm ) e repara-se o cabo neste ponto, sem precisar de abrir todo o pavimento.

Posso colocar um tapete ou carpete em cima do piso-radiante?

O piso-radiante pode ser coberto por uma carpete ou tapete se este não for compacto, isto é, se não for obstáculo à passagem do calor, que não deve ficar retido por baixo do tapete.

Aquecimento Ecológico

Duo-Therm ® é um sistema de aquecimento de origem alemã, existindo no mercado dos países nórdicos há mais de 30 anos.

Eficiente
Máximo de conforto com mínimo de consumo.
Económico
Alta capacidade de acumulação do calor.
Ecológico
100% amigo do ambiente.